Blog

Steve Jobs e a briga por causa do crachá nº 1 da Apple

 

Steve Jobs é, certamente, uma das grandes personalidades das últimas décadas. Falecido em 2011, Jobs foi o fundador da Apple, a gigante de tecnologia que reúne fãs em todo o planeta.

Californiano, Jobs nasceu em 1955, e era adotado por seus pais. Começou a trabalhar aos 14 anos, na HP, e aos 21 anos fundou a Apple ao lado do amigo Steve Wozniak e de Ronald Wayne.

Controverso, o empresário colecionou momentos excêntricos em sua vida, e um deles envolvia um crachá. É, isso mesmo que você leu! Entenda como foi esse episódio.

O polêmico crachá número um da Apple

Genioso, Steve gostava de controlar mas não era nada favorável à ideia de ser controlado, e, obviamente, a tendência é que isso se tornasse um problema no convívio com algumas pessoas. Não foi diferente com Mike Scott, trazido à Apple por Mike Markkula, investidor e segundo CEO da história da empresa. Scott, que administrava a Apple, também tinha personalidade forte, e não se dobrava às vontades de Jobs.

Foi assim que nasceu o embate mítico sobre o crachá. Scott implantou o sistema de crachás numerados na empresa, e atribuiu o cartão número 1 a Wozniak, enquanto o número 2 ficou para Jobs.

É claro que isso geraria discussões. Jobs exigiu para si o número 1, mas Scott não quis ceder para não obedecer aos caprichos do ego do empresário, que ficou transtornado a ponto de ter um ataque de raiva e cair no choro. Depois da crise nervosa, Steve propôs a Scott ficar com o número 0, e aparentemente tudo ficou resolvido.

No entanto, para o sistema de pagamento de salários, o banco local (Bank of America) precisava de um número inteiro positivo, e o 0 não serviria. Depois de toda a polêmica, não teve jeito: o poderoso Steve Jobs continuou com o cartão número 2, e Wozniak com o cobiçado número 1.

Localização

  • Rua Leandro de Carvalho, 307
    São Paulo- SP

Nossos Contatos

Horários de Funcionamento

Segunda-Quinta 8h às 18h Acesse o Facebook da Rápido CardAcesse o Google+ da Rápido Card
Sexta 8h às 17h